Sexta-feira, 6 de Fevereiro de 2009

Dizer não a um filho

Se as crianças têm liberdade para pedir mais, isso não significa que o deve sempre consentir. Tal como aprendem a pedir mais, o pai deve preparar-se para não se sentir mal em dizer "não". Quando os pais não conseguem dizer "não " as crianças passam rapidamente a exagerar nos pedidos. Continuam a querer cada vez mais, até atingir o limite.

Se os pais não são capazes de definir limites razoáveis, farão pedidos irracionais. A criança forçará e exigirá até obter um limite bem definido.

Quando este limite é atingido, muitas vezes precisa de receber um castigo para lidar com os sentimentos intensos de decepção, raiva, aborrecimento, tristeza e medo. Quanto mais as crianças conseguem o que querem, mais contrariadas se sentem quando não conseguem o que desejam.  

John Gray

 

tags:
Publicado por educacaoparental às 06:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

Posts recentes

7 diferenças entre os bon...

Dizer não a um filho

Pais são exemplo dos filh...

O ponto de vista das cria...

O que sabem os pais sobre...

Práticas Educativas Paren...

Educação Parental como te...

Apresentação

Arquivos

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Pesquisar neste blog

Links

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds